terça-feira, 8 de novembro de 2016

Descartáveis plásticos serão proibidos na França


Para 2020 o governo francês anunciou que produtos de plástico não poderão ser comercializados. Talheres, copos e pratos devem ser vendidos em materiais biodegradáveis.

A proposta foi feita pela Eupore Ecologie-Greens Party (Partido Veerde Francês) e foi aprovada pelo governo com o intuito de reduzir o uso de energia e água utilizado na fabricação de produtos plásticos e para diminuir a poluição que eles provocam ao meio ambiente.

Ambientalistas lutaram para que a lei fosse aceita a partir do próximo ano, porém, a ministra do Meio Ambiente, Segolene Royal achou mais viável que esta lei vigore em 2020, pois a indústria e o mercado varejista precisa de mais tempo de adequação para o atendimento das novas normas.

A pessoas que tem opiniões contrárias ao governo, acreditam que os materiais que serão utilizados na produção de descartáveis, não garantirá que serão 100% biodegradáveis e que essa nova lei possa incentivar o descarte dos descartáveis em qualquer lugar da natureza, pelas pessoas terem em mente que os produtos passarão por processo de decomposição natural.

Para que a nova lei seja benéfica, a fiscalização terá que ser bem rígida e deverá ser acompanhada para que todos os produtores de embalagens descartáveis, vão de acordo com o principal propósito, utilizar na matéria -prima compostável.



Cientistas afirmam que até 2050, quase todas as aves marinhas terão plástico em seus organismos.

Para se decompor na natureza, o plástico demora milhares de anos e seus resíduos, acabam se destinando aos rios e oceanos, o desperdício desse material está impactando de forma tão preocupante, que governos estão procurando diversas alternativas para não agravar ainda mais o consumo do plástico. Um exemplo atual, é a proibição em supermercados de distribuir sacolas plásticas, que minimizou o uso abusivo deste material e que está contribuindo para o bem do meio ambiente, onde as pessoas mais conscientes fazem o uso de sacolas ecológicas , pois não precisam de descarte e podem ser utilizadas constantemente.


Sem comentários:

Enviar um comentário